Assign modules on offcanvas module position to make them visible in the sidebar.

The Vanishing of Ethan Carter é uma excelente experiência single player, com destaque para uma narrativa intrigante e surpreendente e suportada pela mecânica, que embora não seja inovadora, cumpre bem o papel de manter o jogador envolvido e entretido.

Quando assumimos o controle do detetive Paul Prospero, na saída de um túnel em meio a uma floresta (experimente buscar a luz no fim do túnel) nada sabemos ainda sobre Ethan Carter, personagem que dá nome ao jogo cuja única informação que temos de início, é que está desaparecido. Para aprender mais sobre o paradeiro do garoto o jogador deve explorar cada canto de Red Creek Valley e durante a investigação será recompensado com uma trama intrigante e surpreendente a cada descoberta.

No que diz respeito a mecânica o jogo é classificado como um “walking simulator”, mas que por uma feliz decisão dos desenvolvedores existe um botão para fazer o personagem andar de forma acelerada. São irritantes os jogos do gênero que não permitem o jogador se movimentarem rapidamente. O detetive faz uso de suas faculdades paranormais para buscar pistas e conseguir desvendar o que aconteceu em diversos locais por onde Ethan Carter passou. Após coletar as pistas, o jogador consegue colocar em ordem cronológica alguns eventos e uma cutscene revela novas informações, direcionando o jogador para uma nova área a ser explorada. É uma mecânica interessante que combinada com a curiosidade que a narrativa propõe, funciona bem e torna o jogo uma experiência agradável, muito superior a outros títulos do mesmo gênero que considero lentos e entediantes, como Tacoma ou Gone Home.

Vale destacar que a versão testada foi a de Xbox One X e que os gráficos melhorados e em 4K fazem toda a diferença na imersão da história. Os cenários são variados e muito bonitos. Por diversas vezes parei apenas para ficar observando as paisagens que mais pareciam quadros. Excelente trabalho de direção artística.

Mesmo com toda beleza e capricho no aspecto visual o mérito de “The Vanishing of Ethan Carter” está mesmo na história que é contada e na maneira que o jogador aprende sobre ela. Apesar de eu não ter gostado do final, ele me surpreendeu pois em nenhum momento imaginei que acabaria daquela forma. Vale a pena separar de 3 a 5 horas e jogar o título de uma única vez.

“The Vanishing of Ethan Carter” está disponível para Xbox One, PS4 e PC

Xbox One – R$39,90

https://www.microsoft.com/pt-br/store/p/the-vanishing-of-ethan-carter/bs8ssr429s95

PlayStation 4 – R$40,99

https://store.playstation.com/pt-br/product/UP1210-CUSA03130_00-ETHANCARTERPS4

PC / Steam – R$36,99

http://store.steampowered.com/app/258520/The_Vanishing_of_Ethan_Carter/

(Links e preços válidos em janeiro/2018)