AnálisesTextos

Review | F1 2018

A Codemasters disputa atualmente com a Microsft Studios, responsável pela série Forza, o título de principal estúdio de desenvolvimento de jogos de corrida da atualidade. Todo talento e capacidade deste estúdio é traduzido em qualidade gráfica e excelente jogabilidade. Esses foram para mim os principais pontos positivos de F1 2018, lançado para PC, Xbox One e PlayStation 4.

Apesar de atualmente o meu interesse pela principal categoria do automobilismo ser praticamente nenhum e eu já não ter o mesmo conhecimento sobre equipes, pilotos e regulamento como eu tinha na ponta da língua por acompanhar de perto o esporte desde 1994 até 2011, a oportunidade de jogar um excelente jogo de corrida falou mais alto e rendeu muitas horas de diversão. Inclusive, após ter jogado o game até voltei a ter interesse e acompanhei algumas corridas da temporada atual pela TV.

Imagem relacionada

Elevado nível técnico

Com a experiência acumulada por ser a detentora dos direitos da F1 desde 2009 e produzir um título da série por ano, a Codemasters entrega um jogo cada vez mais próximo da simulação perfeita da categoria. Além de circuitos cada vez mais bem representados e explorados ano a ano, a experiência pura e simples de se pilotar é cada vez mais complexa e exige mais domínio e dedicação do jogador. É claro que o jogo compensa tudo isso oferecendo diversos níveis de dificuldades de competição e também os auxílios de direção, para evitar o afastamento e perda de interesse dos jogadores mais casuais.

Resultado de imagem para f1 2018 review

Infelizmente não pudemos testar o game com volante e jogamos apenas como o joystick, mas mesmo assim a experiência não é prejudicada. Vai caber ao jogador escolher o nível de desafio que está disposto a enfrentar dependendo de sua habilidade, tempo disponível para se dedicar ao game e tipo de corrida de preferência, seja mais próximo de uma simulação completa ou uma corrida mais casual, como nos arcades. F1 2018 entrega as duas possibilidades ao jogador.

Além das variações de dificuldade e nível de simulação, outros fatores interferem na jogabilidade e são determinantes para o desempenho do jogador. Além dos diferentes compostos de pneus, que devem ser utilizados como manda o regulamento da temporada, a variação de clima impacta o desempenho do carro e muda o panorama das corridas. Experimente correr no mesmo circuito com diferentes variações climáticas e vai notar facilmente a maneira que o carro se comporta e o quanto a chuva atrapalha um piloto. Correr com chuva forte é um grande desafio, não apenas para domar o carro mas para conseguir visualizar o traçado e evitar acidentes, seja rodando sozinho ou batendo em outros competidores.

Resultado de imagem para f1 2018 codemasters

Se você não entende nada de mecânica, não se preocupe, basta utilizar as configurações padrão e vai se divertir bastante. Mas se você tem conhecimentos de mecânica o jogo é um verdadeiro parque de diversões, permitindo fazer ajustes significativos em cada parte do carro e testar imediatamente e avaliar o resultados das modificações.  

Modos de jogo

O principal modo de jogo mais uma vez é o modo Carreira, em que o jogador pode iniciar sua trajetória na fórmula 1 e a partir de seu desempenho vai ganhando fama, dinheiro e reconhecimento. Talvez aqui seja um dos pontos mais críticos do jogo pois nota-se que quase não mudou nada em comparação a versão anterior do game. Talvez parte disso seja mérito da Codemasters que evoluiu e desenvolveu tão bem esse sistema ao longo do tempo que agora ficou difícil de inovar. Talvez uma renovação visual dos menus, animações nos boxes, novas cenas de comemoração em pódio, de piloto irritado abandonando a prova, novas opções de perguntas e respostas nas entrevistas, trouxesse um pouco de frescor a esse modo, que mesmo assim, continua sendo o mais interessante de se jogar.

Imagem relacionada

Há um modo de progressão, que a partir dos resultados e metas atingidas, o jogador é recompensado com pontos de tecnologia que podem sem ser investidos em pesquisa e desenvolvimento para melhorias em diferentes partes do carro, como aerodinâmica, motor, pneus, etc. Esse sistema lembra as clássicas árvores de atributos em jogos de RPG, em que é necessário ir destravando certas habilidades para chegar em melhorias mais avançadas e significativas.

Outro modo de jogo presente que pode ser acessado diretamente ou integrado junto à campanha, é o de carros clássicos. E particularmente, foram essas experiências que mais me agradaram no título. É incrível a percepção, a diferença de se pilotar os diferentes carros antigos, ainda mais em comparação aos modelos atuais. Especialmente o ronco dos motores, é fielmente reproduzido e na minha opinião, muito mais prazeroso de se escutar do que o dos carros atuais. Correr com a Ferrari de Schumacher foi saudosismo puro! Além dos carros clássicos da edição do game de 2017, F1 2018 apresenta mais 8 carros clássicos: Lotus 1972,  Ferrari 1979, Ferrari 1976, McLaren 1982, McLaren 1976, Williams 2003, Lotus 1978 e Brawn GP 2009.

Imagem relacionada

Além da carreira e dos modos clássicos é possível jogar um Grande Prêmio completo e personalizado, treinar e bater recordes no modo Tomada de Tempo, cumprir desafios no modo Eventos e ainda correr contra pilotos de todo mundo no modo Multijogador.

 

[wp-review id=”10369″]

O review de F1 2018 foi realizado em um Xbox One X, com cópia do jogo gentilmente cedida pela assessoria da Codemasters.