AnálisesTextos

Review | Mega Man X Legacy Collection 1 & 2

Nos últimos anos a Capcom lançou diversos remasters e coletâneas de jogos antigos, trazendo para a geração atual de consoles a possibilidade de jogar jogos que fizeram muito sucesso em gerações passadas.

Em 2015 tivemos a primeira coletânea de Mega Man, a Mega Man Legacy Collection, que entregava de Mega Man aMega Man 6. Em 2017 foi lançado Mega Man Legacy Collection 2, que completava a saga trazendo de Mega Man 7 a Mega Man 10.

Por mais divertido e desafiador que sejam os jogos da série, e que tenha sido bom reviver os bons momentos da franquia nestas coletâneas, ainda havia um grande espaço aberto no coração dos fãs que precisava ser preenchido. A grande fase do robozinho azul veio de um spin-off que acabou se tornando até mais querido pelos fãs do que a série principal: trata-se de Mega Man X.

A série X atravessou diversas gerações de consoles, iniciando no saudoso Super Nintendo, e terminando com Mega Man X8 no também saudoso PlayStation 2.

Para grande alegria dos fãs, a Capcom resolveu trazer todos os jogos, em mais duas coletâneas, e assim, em 24 de julho de 2018 foram lançados para PlayStation 4, Xbox One e PC: Mega Man X Legacy Collection 1 e Mega Man X Legacy Collection 2. O volume 1 traz de Mega Man X a Mega Man X4 (ao meu ver, os melhores da série) e o volume 2 traz de Mega Man X5 a Mega Man X8.

A divisão em 2 volumes distintos permite que o jogador escolha aquele que melhor lhe atenda, já que os jogos da série tiveram diversas mudanças, que acabaram não agradando a todos os fãs. Se você quiser adquirir as duas coletâneas, há um pacote disponível com essa opção.

Uma grande sacada dessas coletâneas é a possibilidade de escolher a versão de qual país você quer jogar. Aliás, aqui há uma informação interessante, caso alguém não saiba, no Japão o Mega Man é Rock Man. Aqui na coletânea 1 é possível escolher entre as versões americanas (Mega Man X) ou japonesas (Rock Man X) nos jogos de 1 ao 4, e na coletânea 2 nos jogos 5 e 6. Nos jogos 7 e 8 da segunda coletânea, é possível escolher entre diversas edições lançadas em países distintos.

Outra adição interessante é a opção de filtros de tela, onde é possível escolher entre o tamanho da tela: com o aspecto original 4:3, preenchimento da tela em 16:9 (a imagem fica esticada) e o aspecto 4:3 com zoom. Além disso, há opção de utilizar filtros que alteram a imagem, sendo que o primeiro deles melhora a imagem dos pixels tirando os serrilhados, o segundo simula a imagem de um monitor CRT e o terceiro mostra a imagem do jogo original.

A série Mega Man é famosa por sua dificuldade. Para tornar o jogo mais acessível para todos os jogadores foi acrescentado o modo Rookie Hunter Mode, que deixa os jogos um pouco mais fáceis.

Há mais um diferencial que vai agradar aos fãs que envolve diretamente os três primeiros jogos da franquia (de Mega Man X a Mega Man X3). As versões originais destes jogos não traziam saves, e seu sistema de progressão era baseado em passwords. Para evitar esse sistema “chato”, há a opção de salvar, que salva a password automaticamente para você utilizar na próxima partida, sem que seja necessário digitá-la. Apesar disto, as passwords antigas ainda funcionam, caso deseje utilizá-las do modo tradicional.

CONTEÚDO EXTRA PARA OS FÃS

O grande extra para os fãs da série é o conteúdo off game inserido nas coletâneas. O modo Museum tem conteúdos diversos de Mega Man X. A galeria traz imagens de todos os jogos, com artes conceituais e fichas técnicas de diversos personagens. Já o Music Player entrega a trilha sonora de todos os games.

Temos aqui também o Product Gallery, com fotos de brinquedos de Mega Man X, discos das trilhas sonoras dos jogos, livros e cards lançados com a temática do personagem.

Há também trailers de divulgação e de lançamento dos jogos da série X, sendo que alguns são muito curiosos, principalmente os japoneses. Por fim, fechando com chave de ouro os extras para fãs, temos a animação “The Day of Sigma”.

MODO X CHALLENGE

A última grande novidade é o modo X Challenge, que está presente em ambas coletâneas. É um novo modo em que você enfrenta uma batalha direta contra 2 chefes ao mesmo tempo. São reunidos chefes dos jogos da série X, e além da X Buster, é possível escolher mais três armas diferentes para usar durante as batalhas.

[wp-review id=”9289″]

Este review foi produzido por meio de uma cópia do jogo para Xbox One cedida pela assessoria de imprensa da Capcom no Brasil.

Gustavo Vegas
Últimos posts por Gustavo Vegas (exibir todos)