AnálisesTextos

Review | Zone of the Enders: The 2nd Runner – M∀RS

Zone of the Enders: The 2nd Runner: M∀RS foi lançado em setembro com exclusividade para PlayStation 4 e é mais uma versão remasterizada do título original Zone of the Enders: The 2nd Runner do PlayStation 2 e que já havia sido remasterizado na geração de consoles anterior, para Xbox 360 e PlayStation 3. Porém, além de ser apenas mais uma versão com gráficos melhorados, a edição de PS4 inclui como grande novidade modos de jogo para PS VR, o óculos de realidade virtual da Sony. E é exatamente essa novidade que faz o lançamento valer a pena.

Resultado de imagem para zone of the Enders:

Dirigido por Hideo kojima, reconhecido pela série Metal Gear, Zone of the Enders apresenta o combate entre a Terra e colônias de Marte, que são controladas por uma facção criminosa chamada BAHRAM. Por meio de desenhos e animações que às vezes parecem ter saído diretamente de um desenho animado da década de 90, devido a seu traço e coloração, somos introduzidos ao protagonista e personagem controlável Dingo, que por sua vez assume o controle de um robô gigante chamado Jehuty. A batalha entre robôs gigantes, chamados de Orbital Frame, e também contra outros tipos de máquinas dão a tônica à aventura e se intercalam com as cut scenes, em uma trajetória linear e limitada, como todo bom jogo de ação da geração PS2. Não espere encontrar neste título a liberdade de exploração e profundidade de história e mecânicas dos jogos atuais.

Resultado de imagem para zone of the enders 2nd runner

Em se tratando de jogabilidade o game proporciona um combate rápido e de grandes proporções, com exploração de cenário e variedade de golpes. Seja enfrentando um grande inimigo ou uma quantidade imensa de oponentes menores, o jogador tem mais de uma maneira de enfrentar os desafios. Dingo pode atacar individualmente cada inimigo no combate corpo a corpo, desferindo golpes e emendando sequência de combos. É possível também utilizar um movimento de agarrão para interagir com o cenário e usar andaimes ou os próprios inimigos como armas e intensificar a força dos golpes ou ainda arremessar contra os inimigos mais distantes. Os inimigos agarrados servem também como escudo de proteção.

Resultado de imagem para zone of the Enders:

Equipado com uma arma de tiro, o Orbital Frame pode disparar à longa distância ou ainda utilizar uma habilidade de marcar diversos inimigos na tela e disparar múltiplos tiros simultaneamente. E não são 4 ou 5 disparos, estamos falando de dezenas e até centenas de uma única vez. Toda essa variedade e versatilidade de seu robô permite ao jogador fazer diferentes escolhas e elaborar estratégias mais eficientes contra cada onda inimiga ou chefe. As missões variam pouco de uma para a outra sendo que há oportunidades em que o jogador deve destruir tudo que cruzar seu caminho enquanto outras vezes vai se ver defendendo bases que estão sendo atacadas. No geral a movimentação e a resposta do controle aos comandos é boa e apesar de no início parecer um pouco complexo, com apenas um pouco de prática o jogador estará acostumado e dominando os comandos.

Resultado de imagem para zone of the enders 2nd runner

Como dito anteriormente o principal destaque dessa remasterização é a possibilidade de desfrutar de toda a campanha do jogo adaptada ao PlayStation VR. Iniciei no modo tradicional e não estava muito empolgado com o jogo mas as coisas mudaram no momento em que ativei o modo de realidade virtual e continuei minha campanha. As cenas da história, é verdade, continuam em 2D projetadas na tela plana, mas todo o restante está fielmente adaptado e otimizado para o modo VR.

A experiência de estar no cockpit do robô traz outra empolgação ao jogo e adaptar-se aos comandos foi muito intuitivo. A ação de se movimentar pelo cenário que normalmente é um problema nos jogos de VR me pareceu bem desenvolvida e demorou algumas horas para eu começar a sentir os primeiros incômodos, como enjôo e dor de cabeça. É importante destacar que esses sintomas variam muito de pessoa para pessoa e o próprio manual de instruções recomenda pausas na jogatina muito extensa. A experiência de combate no modo VR é o grande destaque, especialmente a dos tiros múltiplos e a satisfação de uma vitória corpo a corpo.

[wp-review id=”10404″]